Complexo Educacional Modelo, do ensino infantil ao superior. Conheça nossas instalações, Rua Ramiz Galvão, 83 - Arruda - Recife - PE, Fone (81)3037-4715.
Pesquisa personalizada

30 junho 2014

Mais um portal do grupo Brainly.com disponível no Brasil e em Portugal



Créditos: Divulgação
por Anna Skwarek

Desde novembro (2012) os alunos brasileiros e portugueses podem se juntar a uma rede social educativa Brainly.com.br – um portal que promove a compartilhação de conhecimento e ajuda mútua em estudos escolares

Social learning, gamificação e apoio à educação - estes são os principais conceitos do Brainly que criando um ambiente de aprendizagem mútua e colaboração possibilita estudo fácil e rápido para os alunos de ensino fundamental e médio. Graças aos elementos de gamificação como rankings, níveis ou um sistema de atribuição de pontos, Brainly encoraja participação ativa na explicação de questões difíceis, porque os utilizadores – para serem ajudados – também têm de ajudar os outros. Os fundadores querem mostrar que a escola, trabalhos de casa e estudo podem dar prazer e satisfação pessoal.

Crédito: Divulgação
Como o Brainly funciona?

Para cumprir as expectativas de ambos os mercados, o Brainly.com.br está disponível em português do Brasil e português europeu, enquanto o conteúdo é comum para que os alunos de Portugal e os do Brasil possam trabalhar e colaborar juntos. Cada usuário depois do cadastro recebe um certo número de pontos que precisa gastar cada vez que faz uma pergunta no portal. Para ganhar pontos os alunos devem ajudar as outras pessoas, não necessariamente na mesma matéria. Além disso, os melhores alunos recebem pontos adicionais por darem uma resposta clara, completa e com uma boa explicação. Da alta qualidade de todas as respostas cuidam os especialistas – os moderadores. O botão “Obrigado” possibilita agradecimento pessoal e pode ser um início de uma nova amizade que se pode desenvolver através de mensagens privadas ou bate-papo. Com esta ideia de ajuda mútua com os estudos em um ambiente de colaboração e amizade os fundadores querem chegar às crianças de todos os países no mundo.

O que acham os alunos?

Um dos usuários do Brainly.com.br, hbrennog (18 anos), disse: “Acho Brainly ótimo, porque sempre é melhor estudar em grupo, o aprendizado é mais descontraído e memorável, e os alunos aprendem de verdade!”

Sobre o Brainly.com

É um grupo de serviços de social learning cujo objetivo é criar um espaço online onde os alunos podem estudar juntos, trocar ideias e ao mesmo tempo conhecer pessoas novas. O primeiro serviço foi criado em 2009 e rápidamente ganhou popularidade tanto entre os alunos como entre os professores. Neste momento ao grupo pertencem os seguintes portais: Zadane.pl (Polônia), Znanija.com (Rússia, Ucrânia e outros países russófonos), E-aufgabe.de (Alemanha), Misdeberes.es (Espanha, México e América do Sul), NosDevoirs.fr (França), Eodev.com (Turquía) e Brainly.com.br (Portugal e Brasil). Em conjunto, o portal é utilizado por mais do que 12 milhões de usuários únicos por mês em 19 países. Mais informações: www.brainly.com


07 abril 2014

Conheça dicas para incentivar a uma criança a ler


Imagem: Reprodução/Internet
Desde muito pequena, a criança aprende com facilidade reconhecer nome de pessoas, animais, objeto de seu ambiente familiar, isto é, reconhece substantivos. Um procedimento natural será o de iniciar o processo da leitura com estes substantivos envolvidos em ideias conhecidas, significativas, permitindo sua exploração através dos sentidos, ver, ouvir, falar, tocar, cheirar e experimentar.

Nos primeiros anos de escolaridade infantil, o professor deve insistir, pelo menos, em dois aspectos, o treino e a formação de hábitos concretos de leitura. Por esse motivo, devemos aproveitar tudo para incentivar a criança ler.

1 – Avisos e ordens, que normalmente são expressas em voz alta, podem ser escritos.

2 – Saudações, reforços, perguntas que podem ser escritas em cartazes ou também no quadro de giz.

3 – A criança identifica tudo o que há na sala de aula. Nomeia-as.

4 – O professor, após identificação, explica que todos estes nomes podem ser escritos e lidos.

5 – Junto às crianças, escreva em fichas o nome das “coisas” que citaram. Exemplo: escreve lentamente a palavra porta. Lê a palavra e diz para as crianças indicando a porta: isto é uma porta. E aqui lemos a palavra porta. Vamos colocar na porta?. Faz o mesmo com outras palavras.

6 – Colocar os nomes das crianças na classe ou no lugar de guardar o material. As crianças “se desenham” e o professor escreve o nome delas e os distribui de maneira que elas já comecem algumas relações como “meu nome começa que nem o da Fabiana”.

7 – Organizar um cantinho de leitura na sala de aula com gravuras e pequenos textos. Estimular para que a criança o frequente, deixando-o manipular o material. O professor lê história no “canto” mostrando a ilustração e permitindo-lhe comentários, perguntas e complementações.

8 – Motivar e criar espaços para a criança narrar fatos do cotidiano e registrar (o professor). Posteriormente o professor lê a “história” da criança.

9 – Dramatizar cenas.

10 – Modelar, recortar ou desenhar os personagens da história.

11 – Visitar a biblioteca.

12 – Escrever o que a criança diz de seus desenhos (estes, inclusive, podem servir como um recurso para a criança ler depois que já domina o mecanismo da leitura, podendo reescrever o que disse).

A criança deve ser motivada a ler. Para que ela não perca o interesse, é preciso variar as estratégias apresentando a leitura de diferentes formas para evitar a memorização.

Estas são apenas algumas sugestões as quais deverão ser desdobradas sob muitas outras formas, o importante é que a criança leia muito, treine o mecanismo da leitura, sem, no entanto, separar o mecanismo da interpretação e compreensão do que se está lendo.

Fonte: Canal do Ensino - Guia de Educação

"CURTA" FAN PAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

01 abril 2014

Cidadania: Documentos comprovam pagamento até a prescrição


Quem recebe uma correspondência, telefonema ou outra cobrança de um fornecedor referente a uma despesa já paga pode precisar apresentar o comprovante, seja boleto, fatura, recibo ou nota fiscal. Também pode ser preciso trocar um produto com defeito de fábrica ou dentro da garantia, ou ainda utilizar um serviço pelo qual se paga preventivamente, como plano de saúde ou seguro do carro.

São muitos comprovantes e é difícil manter todos por muito tempo organizadamente. Por isso, é bom o consumidor verificar se está guardando os documentos certos e por quanto tempo tem que guardá-los.
Não há uma regra única para isso, já que alguns documentos devem ser mantidos por prazo longo e outros só até a cobrança seguinte.

O artigo 206 do Código Civil brasileiro prevê que cada obrigação tem um prazo específico para o credor exigir seu cumprimento. Passado esse período, a dívida prescreve, ou seja, não poderá mais ser cobrada, mesmo que não tenha sido paga.

No caso de serviços como luz, água, telefone, TV a cabo e cartão de crédito, as prestadoras devem enviar para os consumidores um recibo de quitação anual, que substitui os 12 comprovantes, segundo a Lei 12.007/2009. O Procon-SP adverte que somente terão direito à declaração de quitação anual os consumidores em dia com todas as parcelas ou mensalidades do ano anterior. Caso algum débito seja objeto de contestação judicial, o consumidor terá direito à declaração de quitação apenas dos meses não questionados.

Se o comprovante de quitação anual não for  entregue até maio, deve-se procurar a empresa. Se ainda assim a empresa não o enviar, deve-se fazer uma reclamação junto ao Procon. A lei foi originada de proposta (PLS 4.701/2004) do ex-senador Almeida Lima.

Também é possível transformar os documentos em arquivos digitais, que podem ser armazenados no computador.

Fonte: Jornal do Senado
"CURTA" FAN PAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

24 março 2014

Procure melhorar sua alimentação com pequenas mudanças


Imagem: Reprodução/Internet

por Tatiana Zanin (Nutricionista) - TuaSaude.com

Saiba que pequenas mudanças fazem uma enorme diferença na sua vida e geram resultados positivos e rápidos como: emagrecimento, melhoria do funcionamento intestinal, da pele e do humor.

  • Comece o dia bebendo água;
  • Diminua o consumo de alimentos industrializados;
  • Diminua a quantidade de açúcar no suco, no leite e no café;
  • Evite os alimentos fritos;
  • Coma uma fruta por dia e vá aumentando até no máximo 5.
  • Além de manter o peso e a forma, a alimentação saudável ajuda a prevenir e tratar doenças como diabetes, colesterol alto e até a prisão de ventre.

A hora é esta. Comece hoje mesmo, não deixe para amanhã;

Faça escolhas saudáveis pela sua saúde todos os dias. Uma boa alimentação não se pratica de repente.

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

19 março 2014

DICAS MODELO: Saiba como se preparar para a universidade durante o Ensino Médio



por Universia Brasil

Os três anos do Ensino Médio são a preparação acadêmica que os alunos precisam para entrar no Ensino Superior: é durante esse período que você aprende todo o conteúdo necessário para realizar a prova do vestibular. Porém, além de estudar muito, é possível se preparar para o mundo universitário com outras atividades. Descubra quais são:

1 – Visite universidades - Não deixe para visitar diferentes universidades no seu último ano de Ensino Médio. Aproveite o tempo disponível para conhecer instituições de outros estados e de diferentes áreas. Saber como é o campus e a infraestrutura local é um ótimo critério para escolher quais vestibulares prestar.

2 – Conheça os vestibulares - Dependendo da instituição que você preferir, o vestibular terá um jeito completamente diferente dos outros. É importante que você saiba como funciona cada tipo de vestibular, quais técnicas de estudo são mais adequadas e que tipo de habilidades e conhecimentos são mais cobrados. Preparando-se cedo, as chances de obter um ótimo resultado logo na primeira tentativa são altas.

3 – Faça simulados - Mesmo que você não esteja no último ano do Ensino Médio, é possível testar o seu conhecimento com simulados. Descubra quais empresas oferecem esse tipo de teste e participe sempre que possível. Além de consolidar o que você já sabe, você aprende a controlar o tempo disponível e a lidar com a ansiedade.

4 – Guarde dinheiro - Pelo menos nos primeiros meses, será muito difícil encontrar um estágio e entrar no mercado de trabalho. Os custos na universidade aumentam muito, mesmo que você esteja em uma instituição pública; você terá que pagar por transporte, livros, xerox, alimentação, etc. Por isso, aproveite os seus anos no Ensino Médio para guardar dinheiro e evitar problemas financeiros.

5 – Crie um plano de estudos - Se, desde o início, você criar um plano de estudos eficaz e se preparar fortemente para o vestibular, será muito mais simples conseguir entrar na universidade. Você não precisa estar no último ano para se preocupar com as provas: estude bastante desde o início e você irá se destacar de todos os seus concorrentes.
"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

DICAS MODELO: Como Usar Acentuação - Novo Acordo Ortográfico - Regras de Acentuação


Grupo pretende simplificar ortografia da língua portuguesa



Imagem: Reprodução/Internet

O prazo para a implantação definitiva do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em 1990 e promulgado em 2008, foi ampliado até 2016. As novas regras devem valer para Brasil, Portugal e mais seis países de língua portuguesa.

Imagem: Reprodução/Internet
A Comissão de Educação do Senado (CE) criou, no ano passado, um grupo de trabalho técnico (GTT) para simplificar e aperfeiçoar a ortografia. A intenção é definir um idioma claro e acessível. O GTT reúne o Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa (Cellp), a Academia de Letras de Brasília (ALB) e o site Simplificando a Ortografia. Até o fim do semestre, professores e estudantes podem discutir as alterações pelo site http://simplificandoaortografia.com, por meio de sugestões e relatórios. As propostas serão escolhidas  no Seminário Internacional Linguístico-Ortográfico da Língua Portuguesa, em setembro. Os governos dos oito países terão, então, cerca de um ano para decidir o que  simplificar.

Imagem: Reprodução/Internet
— Não queremos gerar prejuízos ao processo pedagógico atual, em relação àqueles que já conhecem a nova ortografia — disse Carlos André Nunes, vice-presidente do Cellp.

Brasil e Portugal têm datas definidas para a instalação das novas regras, mas Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste resistem a tornar as mudanças obrigatórias.

— Não há um só professor, uma única autoridade, um único cidadão capaz de dizer: eu entendo e sei aplicar as novas regras — afirma o presidente do Cellp, Ernani Pimentel.

Fonte: Jornal do Senado
"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

10 março 2014

Conheça os cinco motivos para estudar através da educação a distância





Já é comum assistir aulas através da modalidade à distância. A medida vem conquistando um público que agora solicita a aquisição de conhecimento através de uma formação formal e que dá a possibilidade de ingresso ou de novas oportunidades no mercado de trabalho.

Veja os cinco motivos:

1 - A vantagem dessa modalidade de ensino é o custo bem menor para o aluno em relação ao estudo presencial. Atualmente estão em torno de 10% a 40% mais barato em relação ao presencial, conforme dados do Inep 2012.

2 - O aluno desfruta de uma qualidade de vida entre profissional e vida acadêmica. A educação a distância ajuda na qualidade de vida das pessoas. A opção de estudar em casa ou no trabalho evita o desgaste do enfrentamento do trânsito bem como as horas alocadas dentro de uma sala de aula presencial.

3 - Capacidade de gerenciamento do tempo com a total autonomia. O aluno tem a liberdade de agendar o seu estudo nos dias, horários e locais escolhidos.

4 - Especialistas afirmam que alunos formados pela modalidade de educação a distância tornam-se cada vez mais interessantes ao mercado de trabalho contemporâneo. As vantagens para o mercado são: fluência digital, planejamento, lidar com feedback, administração de tempo, motivação pessoal, trabalho em equipe, comunicação, organização, reflexão e autonomia.

5 - O aluno que opta pelo estudo a distância adquire o hábito da tecnologia, assim como a permanente iniciativa de se posicionar ativamente e de maneira participante frente aos avanços tecnológicas passa a ser obrigatoriamente parte da rotina do aluno.



Fonte: Canal de Ensino (adaptado)


"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

25 fevereiro 2014

MOMENTOS MODELO: Aula de Geometria Espacial (5º Ano)



Turma do 5º ano (Fundamental I) do Complexo Educacional Modelo vivenciando uma interessante e divertida aula de Geometria Espacial. Este tópico engloba recursos educacionais que abordam conteúdo relacionados a matéria.

Créditos: Raphael Leal

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO


VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

12 fevereiro 2014

Veja as 15 dicas para professores iniciantes



Imagem: Reprodução/Internet
por: Ensineiro | Canal do Ensino

O assunto de hoje aborda algumas dicas para os professores iniciantes, formados há pouco ou ainda estudantes de licenciatura ou pedagogia. Para entrar no mercado de trabalho, assim como em qualquer outra profissão, é preciso atitude.

Às vésperas da primeira aula, um professor pode ter algumas reações desagradáveis, como ansiedade e medo. O novo professor também pode acreditar que é tímido, e ter dúvidas quanto ao seu desempenho em sala.

Não importa quanto conhecimento teórico e preparação você receba ou tenha, apenas a experiência pode mostrar o que realmente significa estar em sala de aula como professor. Veja a seguir 15 dicas para professores iniciantes!

1. Não seja o centro das atenções - Os melhores professores são aqueles que guiam, dividem o que sabem, e não se tornam o centro das atenções. Os estudantes é que são o objetivo final de tudo.

2. Estude os seus alunos - Você precisa conhecer o seu grupo, saber quem são as pessoas que você vai ensinar. Os talentos, os defeitos, as riquezas.

3. Alunos podem procurar desafios desde que você dê segurança a eles - A aprendizagem às vezes determina alguns riscos. Se você for capaz suficiente de dar segurança e confiança a seus alunos eles poderão seguir e correr estes riscos. Os alunos precisam saber que você confia neles e que eles podem confiar em você.

4. Excelentes professores são aqueles que ensinam com paixão - A diferença entre um bom professor e um excelente professor está exatamente na paixão com que eles atuam e não no conhecimento ou experiência. Paixão pelo material, pelo programa, pelo ensino. O desejo é contagioso.

5. Estudantes aprendem quando os professores mostram o quanto eles precisam aprender - Os alunos não têm a ideia exata do que é realmente importante e o que poderão ter de benefício com a aprendizagem. Será seu papel mostrar, dividir, ensinar e praticar com eles.

6. Mantenha o seu programa claro e simples - Uma das grandes funções de um mestre é fazer as coisas complicadas parecerem simples. A grande ação de um grande líder é exatamente fazer com que seus seguidores lhe entendam.

7. Aprenda com os alunos - Algumas vezes, a melhor resposta que você pode dar a seus alunos é “não sei”. Ao invés de perder credibilidade você mostrará humildade e reconhecimento. Mas não se esqueça de pesquisar com eles e sanar a dúvida.

8. O ensinamento começa do coração - A melhor forma de ensinar não é uma fórmula, é algo pessoal. Diferentes pessoas ensinam a mesma matéria de forma diferente porque são diferentes e vêem o mundo de forma diferente. Nós ensinamos o que somos. O ato de ensinar requer coragem para explorar o sentimento de identidade.

9. Pare de falar, comece a escutar - Dê espaço para seus alunos se manifestarem. Isso mostra o valor que você dá a eles. A linguagem do escutar é muito importante e dá a você um feedback do seu programa.

10. Deixe seus alunos ensinarem uns aos outros - Você não é a única pessoa com quem eles podem aprender. Eles também podem ajudar uns aos outros. Mantenha um ambiente propício para a troca.

11. Ensine de maneiras diferentes - Dentro da sala de aula há espaço para diversas estratégias de ensino e dinâmica.

12. Descanse - Você sempre vai encontrar novas coisas para fazer, por isso aprenda a estabelecer limites para o tempo em que permanece na escola.

13. Planeje e respeite seu tempo - Há momentos para alunos, para reuniões e para os pais. Mas também deve haver um período pessoal, onde você possa ver e responder seus e-mails, almoçar, etc.

14. Faça contatos e aprenda - Bons profissionais estão sempre em busca de novas informações e oportunidades. Faça isso com uma rede de contatos e leituras diárias, por exemplo. Fique conectado com sites e outros recursos que ofereçam material relevante para seu desempenho.

15. Determine o que você avalia - É óbvio que os professores devem saber o que avaliam e quando avaliam, mas, algumas vezes, os educadores parecem esquecer ou perder o foco naquilo que devem realmente avaliar. Saiba determinar qual é a avaliação que você deve fazer, para quem, com qual foco e em que hora.

30 ANOS: TODA EDUCAÇÃO ESTÁ AQUI!

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

10 fevereiro 2014

Participação dos pais na vida escolar do aluno



Imagem: Reprodução/Internet
A coordenação e a direção pedagógica do Complexo Educacional Modelo sempre se mostrou preocupada com a participação dos pais no dia-a-dia da vida escolar dos filhos. Veja algumas dicas:

1 - É sempre bom que os pais mantenha uma comunicação mais estreita com a escola, procurando se informar sobre tarefas, calendário de reuniões com pais e as notas do boletim escolar.

2 - Ajudar as crianças nas tarefas caseiras é muito importante. Mas lembre-se: a obrigação de realizar a tarefa é da criança, os pais não devem fazer correção e sim o professor. Se a criança errar deverá receber incentivo para tentar .novamente.

3 - Manter um horário fixo para fazer as lições de casa é muito importante. Procure separar um local reservado da casa para realização das tarefas do seu filho.

4 - Incentive a criança a melhorar nos estudos mais, jamais faça comparações com outros.


"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

05 fevereiro 2014

Fui reprovado: o que há para aprender depois da reprovação?



Imagem: Reprodução/Internet
Em caso de reprovação o apoio da família e mudança de hábitos no dia-a-dia são essenciais para tirar algo positivo da repetência escolar

A notícia da repetência sempre cai como uma bomba na vida de um aluno, mas da crise sempre surge um irreconhecível (e melhorado) estudante.

O que acontece com a maioria dos alunos nas escolas  mostram que a incômoda situação de estudar novamente tudo o que já foi visto no ano anterior pode resultar num amadurecimento importante para o repetente se pais, amigos e escola ajudarem na ênfase da oportunidade em vez de encarar a reprovação como pena a ser cumprida.

Aulas particulares, providenciadas pelos pais, sempre foram de grande ajuda na vida de um estudante, mas não surtiriam efeito se o  estudante não tivesse se determinado a mudar. A reprovação desperta a força de vontade necessária para melhorar.

Um princípio fundamental é que toda boa nota está interligada com o bom relacionamento com a família.

Autoestima  - Para pedagogos, trabalhar a autoestima do repetente é tão importante quanto traçar estratégias de estudo. Nada de comparações com o desempenho dos irmãos, ou lembranças constantes do porque ele está tendo de rever o conteúdo. Isso não significa, no entanto, que se deve esquecer as falhas do ano anterior. É importante elogiar os pontos positivos da criança e fazer uma relação com aquilo que ela pode melhorar.

Um obstáculo a ser vencido para garantir a motivação do aluno é o sentimento de exclusão dentro da sala de aula. Estudar junto de colegas mais novos, que muitas vezes conhecem a história do repetente, pode ser bastante intimidador. Por isso, os pais devem se preocupar com mais do que a adoção de uma nova rotina em casa.. É importante incentivar os laços de amizade com os colegas atuais, pois isso evita que ele se sinta diferente dentro da sala de aula.

Apoio é fundamental  - Mudanças na rotina do estudante requerem estratégia e parcerias. Conscientes da necessidade de apoiar o filho, o próximo passo aos pais de alunos que reprovaram de ano é o de identificar as falhas cometidas, e definir junto da instituição o que têm de mudar para que a aprendizagem seja efetiva.

Em alguns casos, a troca de ambiente pode ser fundamental. Por isso a mudança de professor é sempre uma alternativa a ser discutida com a direção. Mesmo a mudança de escola não pode ser descartada quando os pais não estão seguros quanto à qualidade do ensino ou a adequação dos métodos da escola às necessidades do aluno.

Quanto à rotina doméstica, se o estudante não dedicava diariamente um tempo exclusivo para estudar, cabe aos pais incentivar a adoção desse hábito, preparando, por exemplo, um local mais adequado para a leitura, silencioso, bem iluminado e longe de distrações (computador, videogames, smartphone, etc). É importante estabelecer uma nova rotina de organização e estudos, oferecendo apoio e atenção, mas respeitando o desenvolvimento da autonomia.

Aos Professores, cabe agir com sabedoria ao dedicar atenção especial aos que mais precisam, sem exagerar ao ponto do aluno se constranger por ser “cuidado demais”. Vale lembrar que o fato de um repetente já ter visto o conteúdo não significa, necessariamente, que ele sai com vantagem em relação aos demais colegas. Cada estudante tem o próprio ritmo para aprender e isso sempre exige um apoio mais específico.

Anote este recado - Melhor do que superar a reprovação é evitá-la. Veja abaixo a opinião de diversos educadores quais os hábitos de estudo mais eficazes para passar o ano inteiro bem longe das notas baixas:

• Dedicar entre uma e duas horas diárias apenas ao estudo, mesmo que não haja lição de casa. Nesse tempo, o estudante pode reler o conteúdo de aulas passadas, fazer exercícios ou mesmo assistir a vídeos relacionados às matérias que está vendo na Escola;
• Anotar todas as dúvidas assim que elas apareçam. Isso fica mais fácil quando se usa um pequeno bloco de anotações exclusivamente para esse fim;
• Estabelecer as notas altas como meta pessoal em todos os bimestres, sem dar crédito à perigosa ideia de que os pontos perdidos nos primeiros meses podem ser recuperados no fim do ano;
• Evitar ao máximo as faltas, e quando ocorrerem, procurar logo em seguida o Professor ou os colegas para se atualizar sobre o conteúdo perdido.

Fonte: Todos pela Educação (adaptado)

30 ANOS
TODA EDUCAÇÃO ESTÁ AQUI

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO


VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

28 janeiro 2014

Conheça a Ferramenta grátis para criar seu Cronograma de Estudos



Créditos: Divulgação
Uma boa notícia para os estudantes. O site da ExamTime oferece uma ferramenta gratuita de Cronograma de Estudos onde o aluno pode inserir todas as suas atividades e o tempo que se dedica a elas. No final você consegue identificar o progresso de seus estudos, como exemplo: quanto tempo na semana e no mês está se dedicando a cada matéria.

É muito prático e de uma maneira bem simples você pode inserir o tempo que se dedica as aulas, tempo livro, leitura, exercícios e estudos em geral. Dessa forma você constrói um plano de estudo com maior equilíbrio e realidade. Não deixe o conteúdo acumular e estabeleça metas e respeite o seus limites. Dessa maneira o seu esforço será recompensado com bons resultados nas provas, escola ou universidade!

Agora vamos ao que interessa. Para criar seu calendário de estudo é simples. Basta se cadastrar, acessar a ferramenta e clicar no topo da página no menu calendário. Você poderá importar seu calendário online ou criar um baseado nas suas disciplinas de estudo. Você pode também inserir seus objetivos de estudo e as metas que deve cumprir.

Acesse o ExamTime e faça seu cadastro

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

27 janeiro 2014

Contagem regressiva para início das aulas


Passado as férias, os alunos (novos e veteranos) já estão preparando as mochilas para enfrentar mais um ano letivo. O Complexo Educacional Modelo, neste período, realizou as reformas necessárias para proporcionar um maior conforto aos alunos que retornam em fevereiro.

Área da cantina - Foto: Divulgação/JornalModelo

Sala de aula (2º grau) - Foto: Divulgação/JornalModelo

Quadra Poliesportiva - Foto: Divulgação/JornalModelo

Área de convívio - Foto: Divulgação/JornalModelo

Área de convívio_2 - Foto: Divulgação/JornalModelo

Entrada - Foto: Divulgação/JornalModelo

Fachada externa - Foto: Divulgação/JornalModelo

Laboratório de Informatica com 12 computadores
Foto: Divulgação/JornalModelo

Quadra Poliesportiva - Foto: Divulgação/JornalModelo

Sala do Jardim II - Foto: Divulgação/JornalModelo

Sala do Jardim II - Foto: Divulgação/JornalModelo

Área de recreação infantil - Sala do Jardim II
Foto: Divulgação/JornalModelo

(81) 3057-4715

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

23 janeiro 2014

Complexo Modelo aposta em cursos profissionalizantes como diferencial


Imagem: Reprodução/Internet
O mercado de trabalho em Pernambuco vem sofrendo com a falta de profissionais qualificados. Segundo as empresas especializadas a empregabilidade para os cursos profissionalizantes é bem maior devido ao tempo reduzido na formação e os assuntos são abordados de forma direta e prática. O tempo médio de um curso profissionalizante é em média de quatro a seis meses, diferente de um curso e superior tecnológico que é de dois anos.

O mercado de trabalho busca profissionais dedicados e bem preparados que possuam bons perfis, como capacidade, habilidade e atitude. A ideia do Complexo Modelo não é apenas preparar profissionais, mas deixá-los aptos sempre para as oportunidades que a vida proporciona.

Informe-se sobre os cursos profissionalizantes de: Administração (1 ano), Informática (1 ano e meio) e Segurança do Trabalho (1 ano e meio) do Complexo Educacional Modelo pelo fone: (81) 3037-4715

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

Saiba como dar o passo certo na educação de seus filhos



O Universitário_Modelo existe para ser uma ferramenta de apoio à comunidade escolar (professores, alunos e familiares) que, em conjunto com a metodologia e o projeto da escola, se configura em um poderoso aliado no processo de aprendizagem, colocando à disposição dos professores modernos recursos audiovisuais para despertar o interesse dos alunos.

Conheça mais sobre os programas especiais do Universitário_Modelo que a sua escola disponibiliza aos alunos e fique por dentro do futuro da educação.

Universitário_Modelo promove a integração entre alunos de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, suas famílias e a escola, possibilitando reflexão e revisão dos conteúdos de sala nas tarefas escolares.

Universitário_Modelo é uma forma inovadora de recuperar conteúdos, o programa Reforço foi desenvolvido especialmente para alunos com livros de exercícios que podem ser usados em recuperações e dependências de disciplinas.

Universitário_Modelo oferece aos alunos cursos complementares que enriquecem o projeto pedagógico e aptidões entre os alunos do Ensino Fundamental e possibilitando o desenvolvimento de habilidades específicas.

Universitário_Modelo também é feito para os alunos do 3º ano do Ensino Médio e Pré-Vestibulares, o programa tem como objetivo de auxiliar o aluno fazendo a diferença na preparação para a Universidade e para o ENEM.

Universitário_Modelo oferece conteúdos educacionais  ampliando a excelência docente através dos recursos e tecnologia audiovisual.

Uma forma inteligente de intensificar o aprendizado e torná-lo mais vibrante, embasando novas formas de aprendizagem e sendo uma fonte de consulta constante para alunos e professores.

O material Universitário_Modelo foram planejados para serem o eixo principal do sistema, são uma fonte de apoio e consulta constante para o professor e alunos em sala de aula. Os livros do Universitário_Modelo são atualizados constantemente e podem ser ajustados ao projeto pedagógico da escola.

As disciplinas são apresentadas na forma de livros integrados ou módulos, o que possibilita ao professor inovar na apresentação e trabalho dos conteúdos em sala, assim como permite maior aprofundamento aos alunos, mantendo a coerência da organização curricular da escola.

Para entrar no mundo do conhecimento, basta dar o passo certo. Dê o passo certo.

"EDUCAR É PLANTAR VALORES, CONHECIMENTO, PAIXÃO POR APRENDER... E COLHER REALIZAÇÃO"



DO INFANTIL AO ENSINO SUPERIOR

MATRICULE SEU FILHO

(81) 3037-4715

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

18 janeiro 2014

Conheça os 8 aplicativos grátis de auxílo aos professores


Imagem: Reprodução/Internet
Publicado por: Ensineiro Em: Aplicativos & Jogos

A revista online Canal do Ensino passa dicas para professores de aplicativos para auxiliá-lo nas tarefas do dia-a-dia da profissão. São elas.

1. Too Noisy

Você acha que a sala de aula está barulhenta? Os alunos estão fazendo muito barulho enquanto “estudam”? Esse App ajuda a controlar o ruído de fundo que existe na classe. Se o ruído é excessivo para os padrões que você definiu , o alarme soará. Silêncio por favor !

2. Remind101

Remind101 é um aplicativo gratuito desenvolvido especificamente para os professores. Com ele você pode enviar avisos e anúncios para pais e alunos. Até agora nada de novo, mas a verdadeira novidade do Remind101, é que os professores não precisam revelar seu número de telefone ou quaisquer outros dados para se comunicar com os pais ou alunos. Além disso,  ninguém poderá dar a desculpa que não recebeu ou não viu pois as notificações não podem ser excluídas.

3. Attendance

Você tem muitas turmas que não consegue organizá-las? Quando você tem tantas listas diferentes, monitorar a frequência de seus alunos pode ser um pesadelo. O App Attendance torna isso fácil, graças a uma interface intuitiva que permite criar quantos grupos quiser e as estatísticas de acesso fácil apoiar os seus alunos.

4. Educreations

Educreations transforma seu iPad em uma lousa digital, permitindo que você projetar o que você desenhar para compartilhar com seus alunos em tempo real. Além disso, se você preferir, você pode adicionar áudio para suas criações e usá-los mais tarde. Diga adeus ao giz !

5. Podcast

Falando em áudio, Podcast é um aplicativo que permite o acesso a milhares de podcast, ou seja, gravações de áudio e criar o seu próprio arquivo. Com Podcast pode criar sua própria estação de você carregar suas aulas de áudio quando achamos apropriado para que seus alunos podem baixar e ouvir a qualquer hora. Nota: Apesar de este aplicativo só está disponível para iOS, da Apple, existem aplicativos semelhantes para dispositivos Android.

6. TED

Precisa de inspiração para a sua próxima aula? TED é sua resposta. TED fornece um cenário de especialistas de todo o mundo para conferências dos mais variados. Todas essas conferências são acessíveis, e algumas com legenda em Português. Temos certeza que as palestram serão inspiradoras.  Vocês podem também conferir algumas de nossas dicas: Palestras sobre Educação: 10 Sugestões para Inspiração dos Professores.

7. Math Formulas

Sim , nós sabemos, é muito difícil lembrar todas as fórmulas . Há muitas coisas na mente do professor e não é fácil de lembrar em todos os momentos das centenas de fórmulas existentes. Mas, não se preocupe . Com esse App você terá em suas mãos uma coleção de centenas de fórmulas matemáticas de álgebra e geometria.  Nota: Apesar de este aplicativo só está disponível no Android, existem aplicativos semelhantes para dispositivos iOS.

8. ExamTime

ExamTime é um ponto de encontro entre professores e alunos para criar e compartilhar Recursos de Estudo, trabalhar em projetos em Grupos de Estudo e iniciar tópicos de discussão e debates . ExamTime permite que você crie vários recursos, tais como Mapas Mentais, Flashcards, Quiz, Anotações Interativas, etc. As ferramentas educacionais acabam por aproximar estudantes e professores dentro e fora da sala de aula.
"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

16 janeiro 2014

Trânsito também é assunto em sala de aula

Imagem: Reprodução/Internet
Os dados são preocupantes quando o assunto é trânsito. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil se encontra entre as estatísticas de país mais violento no trânsito no mundo, alcançando o quinto lugar. Cerca de 150 mortes acontecem todos os dias, números apontados pelo seguro obrigatório de Danos Pessoais Ocasionados por Veículos Automotivos de Via Terrestre (DPVAT). Preocupado com esses números, o DETRAN-PE vem desenvolvendo programas de educação de trânsito com escolas privadas e públicas.

Criado em 1999, o Programa de Educação de Trânsito, atua junto com as escolas privadas e públicas inserindo o conteúdo trânsito de forma transversal nas disciplinas da grade curricular. O objetivo do trabalho é promover o desenvolvimento de propostas pedagógicas que se integram às atividades escolares para formar o cidadão para um convívio social mais harmônico no trânsito.

PROGRAMAS:
  • "Se essa rua fosse minha", iniciado em 2011 direcionado a estudantes com idades de 7 14 anos, centrados na educação e na segurança no trânsito;
  • "Esta cidade também é minha" iniciado em 2012 voltado aos estudante com idades entre 12 e 18 anos, com proposta de oferecer noções de cidadania, cuidados com a saúde e valorização da família, além de reforçar a educação no trânsito. 
"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

Educação em curta distância


Imagem: Reprodução/Internet
Poucos têm o privilégio de apenas estudar, sem ter que trabalhar. Conciliar as duas tarefas é mais que estressante. Mas, hoje em dia não é mais desculpa para não se qualificar. Horários flexíveis para quem faz educação a distância (EAD) foi o responsável pelo crescimento exponencial desse modelo de ensino no Brasil. Dados do Censo da Educação a Distância da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) de 2012, mais de 3,5 milhões de brasileiros usam essa modalidade de estudo. No Estado, cerca de 25 mil alunos estão matriculados em cursos técnicos pela Secretaria de Educação de Pernambuco. Oito mil estão no ensino técnico a distância. Para ter 100% de aproveitamento do curso escolhido é preciso que o aluno tenha muita disciplina.

"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO

13 janeiro 2014

Sesc Casa Amarela oferece Cursos de Pintura


Imagem: Reprodução/Internet
por Sesc Pernambuco

O Sesc Casa Amarela está com inscrições abertas para os Cursos de Pintura Iniciante e Avançado. No curso de pintura para iniciantes, o aluno tem contato com técnicas de luz e sombra, volume e perspectiva, além de conhecer a História da Arte e seus movimentos: Impressionismo, Dadaísmo, Cubismo e Futurismo. As aulas iniciam dia 3 de fevereiro e seguem até junho, com turmas nas segundas e quartas, das 15h às 17h e das 19h às 21h.


Já no curso de pintura avançado, o aluno trabalha pintura em tela, eucatex, vidro e apreende várias técnicas de abstracionismo. As aulas acontecem de 14 de fevereiro até junho, com turmas nas terças e quintas, das 15h às 17h e das 19h às 21h. Cada curso conta com 6 vagas e custam R$ 29 (com./dep.) e R$ 58 (público em geral).

Comece bem o dia lendo "Poesia, verso e companhia"
"CURTA" FANPAGE DO COMPLEXO MODELO

VISITE O SITE DO COMPLEXO EDUCACIONAL MODELO